Anderson Silva Questions Fighting Future Following UFC 237

1
Anderson Silva
Image Credit: Alexandre Schneider/Getty Images

Anderson Silva was working on extending his Ultimate Fighting Championship (UFC) contract, but he may now have other plans after UFC 237.

Silva went one-on-one with Jared Cannonier in the co-main event of UFC 237 in Rio de Janeiro, Brazil. The bout ended in the first round when Silva went down following a leg kick. “The Spider” was in pain and fans had flashbacks of his leg break against Chris Weidman back in 2013. Fortunately for Silva, he walked away without a serious injury.

Silva Wonders If He’ll Continue Fighting

Silva, who once dominated the UFC’s middleweight division and was the pound-for-pound king, took to his Instagram account to issue the following statement (via MMAFighting.com):

View this post on Instagram

PARAR OU CONTINUAR?!?!? Fala meu povo… Fico freqüentemente me perguntando, o que cada um de nós está fazendo neste planeta? Se a vida for somente viver por viver o máximo possível as horas e minutos esse definitivamente não é meu lema. Tenho a plena convicção de que existe um sentido maior em tudo o que vivemos e fazemos aqui, a vinda neste plano terrestre tem um sentido maior do que simplesmente viver por viver, acredito que é uma busca constante de evolução. Nesses 4 dias após mais uma missão que não foi bem sucedida estou me questionando se ainda devo ou não continuar treinando, me dedicando, superando lesões dores e etc… Me pergunto sempre, “será que o amor que sinto pelo meu esporte não está consumindo minha mente e meu corpo ao ponto de não poder mais continuar ???” Enfim… tudo que sempre fiz foi ser um bom soldado no meu campo de batalha, o mais bem treinado, o mais disciplinado e pronto pra morrer por minha missão, pois meu amor ao meu trabalho sempre falou e fala mais alto. Eu tenho a plena certeza que posso fazer tudo isto mais 1000 mil vezes, mas nos últimos 4 dias com dor, com a incerteza que não são novidades na minha rotina estão me consumindo mais do que antes, na verdade meu coração e minha mente de Guerreiro me confundem ao ponto de criar duvidas. Por um outro lado percebo que não sou e nem tenho que ser perfeito, o quanto está busca durante anos me trouxe coisas boas e ruins também. Porque resolvi falar sobre o que estou sentindo aqui pra vocês meu povo, porque acredito que muitos de vocês que me seguem tem um carinho e uma admiração pelo meu trabalho e por outro lado estou sempre tentando colocar mensagens positivas de motivação para todos vocês… Galera o que devemos realmente fazer é aproveitar todas as oportunidades que a vida nos dá para nos aprimorarmos como pessoas. Por tanto lembre-se sempre que os seus fracassos são sempre os melhores professores e é nos momentos difíceis que as pessoas precisam encontrar uma razão para continuar em frente. As nossas ações, especialmente quando temos de nos superar, fazem de nós pessoas melhores. A nossa capacidade de resistir e de continuar o caminho é que nos torna pessoas especiais.

A post shared by Anderson "The Spider" Silva (@spiderandersonsilva) on

”Over the last four days, after another mission that wasn’t successful, I’m questioning if I should or shouldn’t continue training, dedicating, overcoming injuries, pain, etc. I ask myself, ‘Is the love that I feel for the sport consuming my mind and my body to the point that I can no longer continue?’

”Everything I’ve always done was be a good soldier in the battlefield, the most well-trained, the most disciplined, and ready to die for my mission because my love for the job has always spoken louder. I’m sure that I can still do that 1,000 times more, but the last four days with pain and uncertainty, things that aren’t new in my routine, are consuming me more than before.

”My heart and mind of a warrior get confused to a point that creates doubts. On one side I realize I’m not and don’t have to be perfect, and how much this search (for perfection) has brought me good and bad things over the years.

”Always remember that your failures are always the best teachers, and it’s during hard moments that people need to find a reason to continue moving forward. Our actions, especially when we have to overcome ourselves, makes us better people. Our capacity to resist and continue going is what makes us special people.”